12 de set de 2012

Tudo fora do lugar



Imagem weheartit.com

Tá tudo muito bagunçado. Tá tudo fora do lugar.
Centenas de sentimentos passeando em mim, uma mistura de sim's e não's, e muitos outros talvez's. 
Tá tudo muito, assim, confuso, meio sem rumo, sem ter pra'onde ir. 
Eu sinto muitas saudades. Saudades do passado, do presente, das pessoas que passaram e das pessoas presentes. Sinto falta até do que ainda nem aconteceu e das pessoas que ainda nem cruzaram o meu caminho.
Tá tudo muito, assim, complicado, meio doloroso, muito pesado pra carregar sozinha.
Tem muitas lágrimas querendo sair e muitos sorrisos querendo nascer. 
Tá tudo muito, assim, parado, meio sem-graça.
Tem muita nuvem no céu e uma sucessão de dias chuvosos.
Tem muita gente palpitando, e achando muita coisa e nem se movendo pra nada.
Tem umas dezenas de pessoas perto, mas longe. E outras poucas longe, mas bem mais perto que as do lado.
Tem muita solidão dentro de casa, dentro da cama, dentro mim.
Tem muito anseio bobo e muito medo ainda mais bobo brincando feito crianças faceiras dentro peito.
Tem muito amor querendo viver, e ainda mais paixão esperando para arder.
Tem faltado muita gente, e sobrado gente demais também.
Tem faltado alegria nos dias e dias na alegria.
Tem muita verdade secreta, que se esconde em mim e até de mim. 
Tem muita mentira rolando solta, tem muita mentira que de tanto contar, acabo eu mesma a acreditar.
Tem todos esses dias só esperando pelo próximo.
Tem uma felicidade dormindo, e por mais que se grite, ela ainda insiste em cochilar.
É, tenho faltado muito eu em mim. Faltado mesmo.
Tá tudo muito, assim, confuso. Tá tudo muito bagunçado. Tá tudo fora do lugar.

Autora Polly Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela atenção.